Contato via correio eletrônico
Este Ano O Espetáculo Cenário Histórico Elenco Como chegar Blog Fotos Vídeos Contato

 

2016-Jader: Reflexão para repensar nossas atitudes.  

Jaguaré – O sentimento de dever cumprido pairou no ar após o encerramento de mais um espetáculo Paixão de Cristo, realizado na Comunidade São Roque, em Jaguaré, na Sexta-Feira Santa. “A reflexão da vida de Jesus deve nos fazer repensar nossas atitudes”. Este é o entendimento do diretor do grupo ArtCultura Renascer, Jader Sossai de Lima, que é também secretário de Educação e Cultura de Jaguaré. Ao celebrar o Jubileu dos 25 anos do espetáculo, o diretor afirma que a diretoria, o elenco e os colaboradores foram convidados a fazer uma reflexão da própria história do grupo. Outro ponto destacado por ele foi o despertar para o cuidado com o planeta. “Trazemos a reflexão da Campanha da Fraternidade Ecumênica para um assunto local, que foi o acidente na barragem em Mariana (Minas Gerais, novembro de 2015), que afetou o nosso Rio Doce” – rememorou Jader. Diretor do grupo teatral há 21 anos, Jader disse que o maior desafio é sempre procurar encaixar coisas novas na história bíblica, que também não pode ser alterada. “Para isso, procuramosu usar artifícios como troca de cenários e incorporação de novas cenas, sendo sempre fi el à história”. Para ele, outro desafio é envolver o grande número de figurantes nas cenas. “Estar com eles, fazer com que entrem na cena torna-se desafi ador”. A meta, conforme disse, é sempre repensar uma história que não muda com o passar dos anos. Jader dirigiu o primeiro espetáculo Paixão de Cristo em 1995, na Praça da Matriz São Cipriano, no centro de Jaguaré. Ao lembrar o período, ele frisou que em 2003 o espetáculo foi cancelado porque não houve estrutura para garantir a encenação sob as chuvas que caíram na época em Jaguaré.
 
 

 

2015 - Brais Oss e Elogios  

O auto da Paixão de Cristo Jaguaré, mais uma vez levou expectadores, atores e colaboradores às lágrimas de emoção na Sexta-Feira Santa, na Comunidade de São Roque, em Jaguaré. A abertura do teatro, com show pirotécnico e apresentação do saxofonista Brais Oss, assim como a crucificação e a ressurreição de Jesus, foram os momentos de maior emoção. A nossa maior emoção é ver as pessoas tocadas e encantadas com a mensagem de Cristo.

ELOGIOS:

Layse Rezende: "Sempre arrasam. . Parabéns. ."

Neidi Russe: "O trabalho perfeito mostrado por pessoas que incorporam seu personagem, nos trazendo emoção! Parabéns a todos!"

Rodrigo Louzada Polonini: "Lindo."

Gustavo Sossai: "Prestigiei nesta noite a encenação da Paixão de Cristo na Comunidade de São Roque, em Jaguaré. Parabéns ao Grupo Teatral Renascer e a sociedade de Jaguaré que há décadas realizam esse lindo espetáculo.
#éver #sentir #participar
#enuncamaisesquecer"

Neidi Russe: "Tudo muito bom! Belo trabalho de todos! E a vc, que Deus continue te dando essa graça, pois faz seu belo trabalho, perfeito!"

Cassinha Camata: "Foi perfeito!"

Ana Kesia Silva Brunelli: "Nossa mais uma vez Parabéns... vcs arrasaram Deus os abençoe lindooooo espetáculo da Paixão de Cristo."

Evanieli Valiatti: "Parabéns Alexandre pela dedicação. O espetáculo foi emocionante. Pátio lotado. Pessoas tranqüilas. Todas querendo paz naquele momento. E, vcs, com a graça de estarem unidos, trouxeram a mensagem de paz e do renascimento..."

Robson Sanches: "A encenação de paixão e morte de jesus cristo de são roque jaguaré é fantástica parabens a todos os atores e protagonista deste evento."

Romero Ferreira Amorim Ferriraamorim: "Parabéns para jaguaré que prova mais uma vez que não precisa gastar orçamentos absurdos para ser fazer presente no estado. Mostrando também que educação e cultura sempre vai ser um bom investimento com um excelente retorno para a população de jaguaré e acima de tudo comprovando que nossa cidade não precisa de competições infundadas e milionárias para ter prestígio estadual e até mesmo nacional parabéns a todos."

Ivonildo Lopes: "Eu fui e foi muito bonito um espetáculo e tanto parabéns a todos os participantes

Atevaldo Gabriel: "A garra da juventude somado a perseverança dos experientes resulta em um belo evento cultural e religioso: Paixão De Cristo Jaguaré."

Lurdinha Bins: "Obrigada senhor por mais uma apresentação de sucesso. Dever cumprido, Jubileu q nos aguarde"

Alexandre Bonadiman (O Cristo):
"Deus quis e, foi incrível
Um evangelizador, um amigo, que veio para abrilhantar ainda mais o teatro, o público encantado, que venha #jubileurenascer rumo aos 25 anos de história!
Brais Oss comunidade Canção Nova. — com Paixão De Cristo Jaguaré."




 
 

 

2015 - Lições de fé e espiritualidade  

Alexandre Bonadiman interpretou Jesus pela quarta vez no espetáculo Paixão de Cristo Jaguaré na Comunidade São Roque, na Sexta-Feira Santa. Trabalhando com "fé e espiritualidade", o ator, de 27 anos, disse que a emoção maior a cada no, é ver as pessoas tocadas e encantadas com a mensagem da vida de Jesus Cristo. E desta vez, o ator frisou que o espetáculo teve um combustível a mais: "Tivemos a abertura com o Brais (saxofonista), que deixou os corações bem abertos para receberem a Palavra".
Para Alexandre Bonadiman, a emoção em interpretar Jesus na Sexta-Feira da Paixão foi maior que a dos anos anteriores. "Quando a gente vai perdendo a tensão e se entregando mais ao personagem, a tendência é a emoção crescer. A gente vai substituindo a ansiedade e outros sentimentos não tão legais, pela emoção, paz e tranquilidade" - disse.
Alexandre Bonadiman destacou o carinho que recebeu do público depois do encerramento do espetáculo. "A gente trabalha para Deus e o pagamento é imediato, com a resposta do público, ressaltou. Ele exaltou que o público comparece ao espetáculo com a inteção real de reviver a história de Jesus e são tocadas por ela.
Interpretar Jesus faz o ator tirar lições para a vida. "Fazer um espetáculo deste parece fácil, mas não é. Precisa ter muita dedicação e fé". E ele salienta que a vida de Jesus é motivo de aprendizado tanto para ele como para o público.
"A mensagem de Jesus é perdoar e ser humilde. Quando Jesus fala Pai perdoa-os porque eles não sabem o que fazem foi o momento mais dolorido para Jesus. E ele perdoou os pecados da humanidade. Às vezes a gente tem pequenos problemas e não somos capazes de perdoar. Temos que aprender a perdoar, a amar e colocar as coisas da vida em oração. A saída para a vida é oração e a consciência em Deus.
 
 


|1 [2] 3 4 5 6 7 |